[Resenha] Todas as Estrelas do céu - Enderson Rafael

3

Título: Todas as Estrelas do Céu
Autor: Enderson Rafael.
Editora: Novas Ideias
Gênero: Literatura infanto juvenil brasileira
Páginas: 160

Ano: 2010

Skoob

Sinopse - Podem dois irmãos adotivos se apaixonarem um pelo outro?
Caroline e Leandro são dois adolescentes de uma bem resolvida família de classe média, ele adotado, ela filha biológica do casal Marco e Lúcia. Diante dos conflitos da adolescência, do colégio, do vestibular, ambos se vêem diante de mais um dilema: um amor impossível e todas as consequências da busca pela felicidade ao lado da pessoa amada. O desafio dos dois em entenderem o que passa consigo mesmo, em enfrentar os pais, a sociedade e sua própia consciência é exposta neste romance honesto, ágil e de final surpreendente.

"Todas as estrelas do céu". Uma obra polêmica e doce ao mesmo tempo, com um tema inusitado, falado de igual para igual com os jovens ou mesmo para quem já passou da adolescência.

Fiquei muito tempo querendo ler este livro, muito mesmo, até que consegui meu exemplar e fiquei mais um tempão pra começar.
Achei o livro fofo, não vou dizer que não, mas esperava mais dele, mas é o primeiro livro do autor, então não posso ser tão crítica assim.

Como o autor cita no início, é uma história adolescente, mas faltou algo que me atraísse nela, talvez por se tratar de um tema inusitado, não tinha lido nada a respeito, mas o título me atraiu e muito.
Adorei as divisões dos capítulos, com os momes e formatos das constelações, mas também achei um pouco fora do contexto, apesar do fato de Léo o personagem do livro ser fascinado por astronomia.

Adorei a maneira que Enderson descreve a história: 
"É uma história escrita com o coração, traduzida com a mente e apresentada ao mundo pelas mãos, que desenharam constelações pelo teclado do computador por longos cinco meses."
Posso descrever Todas as Estrelas do Céu como um Romeu e Julieta, assim como descreveu Paula Pimenta na orelha do livro, o final dele lembra muito.

É um livro curto, mas uma história bonita.

Leandro é o filho adotado de Mauro e Lúcia, vive com Carol e Maria Eduarda, suas irmãs, filhas legítimas do casal.
Carol e Lê são muito confidentes e um sabe tudo do outro, todas seus rolos da adolescência, seus amores, suas lágrimas, dúvidas.
E percebem que algo mudou entre eles.

Depois de muito se contrariarem, se renderam à este sentimento, mas o maior problema de todos ainda viria, como enfrentar os pais e dizer que o que sentem um pelo outro é muito mais do que amor de irmãos, já que eles não têm o mesmo sangue.

O final foi muito diferente do que eu previa, mas me agradou bastante.

Minha primeira resenha da meta de leitura dos 50 livros nacionais de 2013. :)

3 comentários:

Jeni Viana disse... [Responder Comentário]

Oi, Ida! Parabéns pela resenha! Não conhecia o livro, mas me interessei e muito. Ainda mais por se tratar de um tema que não vemos muito por aí, que é o amor de irmãos que não são de sangue, mas de outro jeito.
Beijo!
docesabordoslivros.blogspot.com

Livroterapias disse... [Responder Comentário]

Ótima resenha e excelente projeto!
Estarei acompanhando!
Beijos e Feliz 2013
Rizia - Livroterapias
http://livroterapias.blogspot.com.br/

Lú Miranda disse... [Responder Comentário]

Parabéns pela resenha!!
clicandolivros.blogspot.com

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

O blog está crescendo e sua opinião é muito importante. Ficaria muito feliz com seu comentário!